Stilus outro

Centro de Reabilitação de Animais faz primeiros resgates de vítimas dos incêndios

Por Redação em 16/09/2020 às 22:32:07
.

Possíveis vítimas de inc√™ndios, tr√™s animais chegaram nesta quarta-feira (16) a Campo Grande: um veado e duas aves (um filhote de Jandaia Estrela e um gavi√£o-asa-de-telha). Eles est√£o no Cras (Centro de Reabilita√ß√£o de Animais Silvestres).

Dois filhotes de catetos resgatados pela PMA (Polícia Militar Ambiental) em Costa Rica também est√£o a caminho da unidade na Capital. Os cinco bichos foram resgatados em regi√Ķes de queimadas.

Os animais que j√° chegaram ao Cras est√£o em observa√ß√£o e aguardando exames, conforme a coordenadora Aline Duarte. "Apesar da les√£o na pata, o veado est√° com estado geral bom. Os outros também", explicou.

Filhote de Jandaia-estrela foi resgatada em Alcinópolis (foto: Diogo Borges)
Gavi√£o também foi resgatado em regi√£o de queimada (foto: Diogo Borges)

O filhote de veado est√° com uma possível fratura em uma das patas, que foi imobilizada. Ele foi resgatado em Figueir√£o e atendido inicialmente por uma veterin√°ria de Alcinópolis, que encaminhou o animal. A Jandaia Estrela também veio de Alcinópolis e o gavi√£o foi resgatado em Rochedinho.

Até ontem, apenas um cervo, um pre√° e uma anta haviam chegado ao Cras por consequ√™ncia das queimadas. O Cras é refer√™ncia nacional em atendimento a animais silvestres e atualmente est√° com mais de 250 bichos.

Cras Móvel

Preocupado n√£o apenas com os inc√™ndios, mas com o socorro e preserva√ß√£o da fauna, o governador Reinaldo Azambuja determinou a cria√ß√£o de uma espécie de Cras Móvel, ou Samu dos Bichos.

O veículo adaptado j√° est√° atendendo os animais do Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari e regi√£o, nos municípios de Alcinópolis e Costa Rica.

A unidade est√° equipada com medicamentos e equipamentos para realiza√ß√£o de exames e conta com um médico veterin√°rio do Cras para atendimento ambulatorial de emerg√™ncia.

Estruturas do Centro de Reabilita√ß√£o montadas nas regi√Ķes mais críticas do Estado também v√£o atender os animais silvestres afetados pelos inc√™ndios em Mato Grosso do Sul.

Na regi√£o de Corumb√° e Lad√°rio, no Pantanal, a recep√ß√£o contar√° com apoio da PMA (Polícia Militar Ambiental) e um centro de atendimento na sede da 2¬™ Companhia da polícia ambiental. A equipe vai percorrer as √°reas atingidas para atender os animais nestes locais, acompanhados da fiscaliza√ß√£o para identificar e responsabilizar possíveis autores.

Além disso, a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) disponibilizou a base de pesquisa na estrada-parque para receber animais atingidos pelo fogo.

Paulo Fernandes, Subcom

Fotos: Diogo Borges

Fonte: Governo MS

Coment√°rios

Queimada