Vacina chega a Mato Grosso do Sul e distribuição aos municípios começa ainda hoje

Por Redação em 18/01/2021 às 19:02:36
Foto: Saul Schramm

Foto: Saul Schramm

As primeiras doses da vacina Coronavac chegaram a Campo Grande nesta segunda-feira (18) e ser√£o distribu√≠das, a partir das 20 horas, aos 78 munic√≠pios do interior de Mato Grosso do Sul. S√£o cerca de 158 mil doses - 97 mil destinadas à popula√ß√£o ind√≠gena aldeada e 61 mil aos profissionais de sa√ļde da linha de frente de combate à Covid-19 e aos idosos em asilos.

O transporte a Campo Grande foi feito em uma aeronave da For√ßa Aérea Brasileira (FAB). Pol√≠cia Federal e Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal fizeram a escolta do caminh√£o da Base Aérea de Campo Grande até o p√°tio da Coordena√ß√£o Estadual de Vigil√Ęncia Epidemiológica (Ceve). Dentro do Estado, a distribui√ß√£o ser√° feita pelo Corpo de Bombeiros Militar e Pol√≠cias Civil e Militar.

O governador Reinaldo Azambuja fez quest√£o de acompanhar pessoalmente a chegada do imunizante à Base Aérea. "É uma expectativa do Brasil. Acho que todos nós aguard√°vamos esse momento de poder receber as primeiras doses. S√£o 158 mil. Uma ansiedade de toda a popula√ß√£o. Sempre defendemos o Programa Nacional de Imuniza√ß√Ķes e agora vamos seguir à risca. Esse carregamento sai, vai para o nosso laboratório e em 48 horas vai para todos os munic√≠pios. É um momento importante. Pelo menos come√ßou", disse Reinaldo Azambuja.

O secret√°rio de Governo e Gest√£o Estratégica, Eduardo Riedel, também acompanhou a chegada das vacinas e falou das expectativas para este ano. "É o in√≠cio de um processo que n√£o para, nós temos que ter a consci√™ncia ainda, de ter cuidado, manter os nossos h√°bitos de prote√ß√£o, m√°scara, lavar as m√£os, cuidado com as aglomera√ß√Ķes, para que a gente possa atravessar esse ano mais tranquilo, reativar a economia e seguir adiante com o desenvolvimento do nosso Estado. É um momento emocionante", afirmou.

Riedel agradeceu o trabalho da For√ßa Aérea Brasileira (FAB) nesse momento importante vivido pelo pa√≠s, citando os militares envolvidos na opera√ß√£o para trazer as vacinas a Mato Grosso do sul: comandante do Esquadr√£o On√ßa, tenente-coronel Aviador Marcelo Alexandre Browne Issa, e chefe do Estado Maior da Ala 5, aviador Mateus Barros de Andrade.

Mais doses s√£o aguardadas para as próximas semanas, segundo o secret√°rio de Estado de Sa√ļde Geraldo Resende. "Aguardamos para que a gente tenha um quantitativo adicional para continuar imunizando a nossa gente de acordo com os critérios do Programa Nacional de Imuniza√ß√Ķes. É um momento de alegria e de emo√ß√£o", afirmou.

Tr√™s pessoas ser√£o vacinadas ainda nesta segunda-feira (18) no Hospital Regional: a √≠ndia terena Domingas da Silva, de 91 anos, da aldeia Tereré, em Sidrol√Ęndia; Maria Bezerra de Carvalho, de 82 anos, que mora no Asilo S√£o Jo√£o Bosco; e o médico M√°rcio Estev√£o Midom, 43,que est√° na linha de frente no combate à pandemia.

A vacina√ß√£o em Mato Grosso do Sul só foi poss√≠vel porque, no domingo (17), a Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) autorizou, em decis√£o un√Ęnime, o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19.

A efic√°cia geral da vacina CoronaVac é de 50,38%, com 78% de preven√ß√£o para casos leves de coronav√≠rus e 100% para casos moderados e graves da doen√ßa.

Paulo Fernandes, Subcom, e Rodson Lima, SES

Fotos: Saul Schramm

Fonte: Governo - MS

Comunicar erro

Coment√°rios

Queimada