Evite aglomer

Sidrolândia antecipa homenagem com café da manhã pelo Dia do Assistente Social

Durante o ato, foi anunciado que a Administração Municipal disponibilizará profissional da área para atender na UPA

Por Suélen Duarte - Assessoria de Comunicação em 12/05/2021 às 16:40:58
Foto: Rafael Brites

Foto: Rafael Brites

A manhã desta quarta-feira (12) foi marcada por um encontro especial a uma categoria profissional muito valorizada no âmbito do Poder Público do município de Sidrolândia. A Secretaria de Assistência Social preparou um café da manhã em homenagem ao Dia do Assistente Social, comemorado no dia 15 de maio.

A secretária Aletânia Ramires Gomes expressou sentimento de emoção ao discursar na abertura do evento.

Cb image default
Foto: Rafael Brites

"Nessa jornada de psicóloga, trabalhando junto com assistentes sociais, é difícil de descrever algumas situações que nos deparamos. As vezes chegamos em uma casa e a pessoa não tem absolutamente nada. Algumas pessoas choram ao nos ver chegando, temos que acalmá-las e sermos ponte para conseguirem terem as suas necessidades alcançadas", falou.

A prefeita, Vanda Camilo, esteve presente no evento e anunciou que a Administração Municipal destinará para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), uma Assistente Social. "Eu sei que o papel dos assistentes é fundamental, principalmente, nesse momento pandêmico que estamos vivendo. Vendo a necessidade da UPA, nós designamos uma assistente para lá porque sei que fará toda a diferença. Obrigada por vocês existirem e exercerem o serviço pela Prefeitura", agradeceu.

Cb image default
Foto: Suélen Duarte

Ao todo, o município possui 28 assistentes sociais. "Trabalhamos com a população mais vulnerável, somos intermediários, levamos as questões para a gestão para garantir os direitos daquilo que é necessário", disse Gislaine Lopes de Araujo, 49 anos, assistente social há 30 anos, que será designada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Michele Maria da Silva, 31 anos, assistente social há 9 anos, revelou o que levou a escolher a profissão. "Devido eu ter uma deficiência, sempre tive contato com assistentes sociais para realizar cirurgias e eu via a diferença que faz na vida das pessoas que não tem poder aquisitivo. No primeiro semestre da faculdade eu me apaixonei e vi que nasci para ser Assistente Social", disse.

O evento foi realizado na sede da Secretaria, localizada na rua Paraná, 1885, bairro Jandaia, e contou com apresentações artísticas do maestro Gabriel Pigosso e professor de arte Joel Antunez. Além da prefeita e da secretária, prestigiaram o ato oe vereadores Cleyton Martins, Joana Mishalski e Juscinei Claro, e o secretário de Saúde, Renato Couto.

Comunicar erro

Comentários

EPI RB