Veja 5 coisas que influencers brasileiros (que vivem lá) adoram no Japão

Por Redação em 01/08/2021 às 08:33:01
Segurança nas ruas, limpeza de locais públicos e qualidade do transporte estão entre os pontos que chamam a atenção de brasileiros que se mudaram para o país. Brasileiros gostam da segurança, limpeza e transporte público do Japão (e da comida também)

Philip Fong/AFP / Kantaro Komiya/AP / Charly Triballeau / AFP / Rafael Miotto/G1/ Issei Kato/Reuters

O que será que chama mais atenção de brasileiros que vivem no Japão? Para saber mais como é a rotina no país das Olimpíadas, o G1 conversou com 4 influencers brasileiros que vivem por lá.

Eles são: Julia Dalcin (Hey, Ju! Listen!), Cleide Sousa (Por onde eu vou), Renan Ricci (Ricci no Japão) e Isabela Borrego (Isa Borrego no Japão).

VEJA TAMBÉM

ESTRANHEZAS DO JAPÃO: Banheiro público transparente, melancia 'quadrada'...

PRATO COLORIDO: Japoneses influenciaram brasileiros a comer verduras

WALKMAN E MAIS: Como os japoneses revolucionaram a indústria de áudio e imagem

???? Segurança e tranquilidade

O Japão é o 12º colocado na edição 2021 do Índice Global da Paz. Para se ter uma ideia, o Brasil aparece apenas em 128º lugar nesse ranking.

"Aqui você pode andar a qualquer hora do dia e da noite com o celular na mão, com dinheiro no bolso, deixar o portão aberto, etc", explica Renan Ricci, de 30 anos, especialista em marketing digital, que vive no país há 1 ano e meio.

"Se você perder sua carteira com dinheiro dentro, você certamente encontrará em um posto policial".

A tolerância zero a armas e a proibição do consumo de álcool quando for dirigir são apontados como fatores que fazem o Japão estar entre os países mais seguros do mundo.

Pessoas celebram o dia de Ano Novo no distrito de Shibuya, em Tóquio

Philip Fong/AFP

????Limpeza (sem lixeiras)

Qual a solução para deixar as ruas limpas? Retirar todas as lixeiras. É exatamente isso o que acontece no Japão, é quase impossível encontrar local para dispensar restos de alimentos e embalagens.

"A limpeza assusta muito as pessoas quando chegam a primeira vez porque as ruas são sempre bem limpas e não existem latas de lixo nas ruas. Você encontra apenas em parques e nas lojas de conveniência", diz Julia Dalcin, de 29 anos, especialista em comunicação digital. Ela vive no Japão há um ano e meio.

Companhia ferroviária lança robôs para ajudar na limpeza dos ambientes, no Japão

Mas essa não é uma ação isolada. Isso faz parte de uma política pública para fazer a população cuidar do próprio lixo. É comum levar um saquinho para levar o lixo para casa e depois fazer o descarte.

Encontrar uma lixeira nas ruas do Japão não é tarefa fácil. População é responsável por descarte do lixo.

Kantaro Komiya/AP

Não é incomum também ver pessoas recolhendo os lixos que eventualmente são jogados nas ruas.

???? Transporte público, sempre pontual

Com 13 linhas e mais de 286,2 quilômetros de extensão, o metrô de Tóquio é o 5º maior do mundo. E não é somente na capital que existe grande oferta de transporte público, é possível viajar de trem para diversas partes do país.

Homem idoso confere a própria temperatura com termômetro infravermelho na testa em metrô de Tóquio, no Japão, no dia 10 de fevereiro.

Charly Triballeau / AFP

Muitas vezes, as linhas podem ficar lotadas, mas o serviço consegue manter uma pontualidade.

"Os trens quase nunca se atrasam - e quando acontece, avisam e pedem desculpas a cada minuto", afirma Isabella Borrego, de 24 anos, criadora de conteúdo, que vive há 3 anos no Japão.

Japão tem museu dedicado para o transporte sobre trilhos

????Comida, além do sushi

Quem acha que a comida japonesa se restringe a sushi e sashimi deve saber que isso é um grande engano.

Lámen com carne de porco é muito comum no Japão

Rafael Miotto/G1

A lista de quitutes envolve alimentos como a massa com caldo conhecida como lámen, tonkatsu (carne de porco empanada), okonomiyaki (uma panqueca japonesa com diversas coberturas) e uma infinidade de opções.

Lámen faz sucesso na capital

????As lindas cerejeiras

Jovem observa flores de uma cerejeira no Parque Nacional Shinjuku Gyoen, em Tóquio, no Japão

Issei Kato/Reuters

Uma beleza à parte: as cerejeiras. Seu pico de florescimento, que acontece na primavera, leva milhares às ruas e parques do país para observar o fenômeno, que dura poucos dias e é reverenciado há mais de mil anos.

VÍDEO: Cerejeiras do Japão florescem mais cedo pela primeira vez em 1,2 mil anos

Cleide Sousa, 30 anos, Julia Dalcin, 29 anos, Isabella Borrego, 24 anos, e Renan Ricci, 30 anos, são influencers brasileiros que mostram o dia-dia no Japão

Reprodução/Instagram

Conheça as privadas 'high tech' do Japão:

Brasileiras mostram privada que 'canta' e banheiro transparente no Japão

E como japoneses mudaram o agro no Brasil:

Japoneses e influência na agricultura

Reprodução

Mais de tecnologia

Vítima de stalking relata seu drama:

"Eu me senti muito sozinho, vulnerável", diz homem vítima de stalking

Como evitar cair nos golpes do WhatsApp:

Golpes no Whatsapp: saiba como se proteger

No YouTube, G1 mostra como foi a prata de Rayssa

Conheça o app que supera WhatsApp e Instagram no Japão

Line: brasileiras contam como é usar o 'zap' do Japão

Fonte: G1

Comunicar erro

Comentários

Stilus outro
Agosto Lilas Sidro