Prefeitura de Sidrolândia acelerou reforma de 4 escolas e investiu em equipamentos de biossegurança

As aulas retornarão com o ensino híbrido e remoto nesta segunda-feira (2/08), para os alunos do ensino fundamental

Por Assessoria de Comunicação em 01/08/2021 às 13:07:15
Divulgação

Divulgação

Na volta às aulas presenciais, nesta segunda-feira (02), os alunos de 4 das escolas urbanas (Pedro Aleixo, Natália Moraes de Oliveira, Olinda Brito de Souza e Valério Carlos da Costa) vão encontrar um ambiente escolar diferente daquele que tinham até ano passado. Com o avanço da reforma, que a prefeita, Vanda Camilo, destravou com a revisão das planilhas, em 6 meses de obras, as mudanças já são visíveis .

As salas receberam pintura nova, forro, as telhas quebradas foram substituídas para eliminar goteiras. A rede elétrica e os ventiladores foram revisados. Os banheiros também foram reformados. As carteiras antigas começaram a ser substituídas por novas. Como parte das medidas de biossegurança, na sexta-feira às salas foram desinfectadas.

Para o diretor da Escola Moraes, Francisco Pigosso, onde está prevista a construção da quadra construção e de 4 salas de aula, o estágio atual do serviço foi suficiente para transformar o ambiente escolar frequentado por 450 alunos.

Além de melhorar a estrutura física destas escolas de ensino fundamental da a área urbana ( a 5ª unidade, a Porfiria Lopes do Nascimento foi reformada ano passado), a prefeitura investiu quase R$ 600 mil na aquisição de equipamento de biossegurança para atender alunos, professores e funcionários das escolas.São 1.900 alunos da Educação Infantil e 6.200 do Ensino Fundamental e EJA.

Cb image default
Divulgação

Foram adquridos 120 termômetros para aferição da temperatura corporal no embarque dos ônibus escolares e na entrada das escolas. Houve aquisição de 8 mil litros de álcool em gel 70%; 6 mil máscaras para crianças e adolescentes; 18 mil de adultos; 500 face shield de proteção facial; 60 dispenser infantil de álcool; 60 para adultos e 9 mil garrafinhas Squeeze.

Cada aluno receberá 3 máscaras que é de uso obrigatório. Eles comerão a merenda na própria sala de aula, onde será mantida a distância de 1,5 metro entre as carteiras. Não será permitido o compartilhamento de copos, borrachas e carteiras.

Como não haverá intervalo para o recreio, os alunos sairão meia hora mais cedo (10h30 de manhã e às 16h30 no período vespertino). Os banheiros serão higienizados toda vez que forem usados.

No contraturno, os alunos das escolas do 1? ao 5º ano, do Ensino Fundamental, terão uma hora de reforço escolar. Na zona rural, o reforço escolar será no mesmo turno, por causa da logística do transporte escolar. O objetivo é recuperar parte da defasagem de aprendizagem por conta da pandemia, principalmente, alfabetização.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Comunicar erro

Comentários

Stilus outro
Agosto Lilas Sidro