Armeira do filme "Rust" afirma não saber por que arma de Baldwin estava carregada com munição real

Por Redação em 29/10/2021 às 20:01:33

Responsável pelo manejo das armas utilizadas no filme "Rust", Hannah Gutierrez-Reed se manifestou por meio de seus advogados nesta sexta, 29, sobre o acidente no set em que um tiro disparado pelo ator Alec Baldwin acabou matando Halyna Hutchins, diretora de fotografia do filme, e ferindo Joel Souza, diretor. “A segurança é a prioridade número um de Hannah no set. Em última análise, este set nunca teria sido comprometido se a munição real não fosse introduzida. Hannah não tem ideia de onde vieram os projéteis reais. Ela e o chefe de adereços ganharam controle sobre as armas e ela nunca testemunhou ninguém atirando ao vivo com essas armas e nem ela permitiria isso”, afirmou Jason Bowles, que representa a profissional, em comunicado.

Segundo Adan Mendoza, xerife de Santa Fé, no Texas, onde o filme estava sendo gravado, a pistola Colt usada por Baldwin estava carregada com munição real, em vez de balas de festim como é comum em sets. Baldwin disse ter atirado em direção à câmera, e o disparo acabou atingindo Souza e Hutchins. Nesta sexta, Gutierrez-Reed disse que o set era inseguro por coisas que fugiam ao seu controle, além dela ter dois cargos na produção (armeira e mestre-assistente de objetos cênicos). Ela lamentou a morte, mandou condolências aos familiares de Hutchins e afirmou que admirava a diretora. As gravações do filmes foram paralisadas enquanto as investigações sobre o caso prosseguem.

“Eles (os objetos cênicos) eram trancados todas as noites e na hora do almoço e não havia como um único deles ter desaparecido. […] Hannah foi contratada para dois cargos neste filme, o que tornou extremamente difícil se concentrar em seu trabalho como armeira. Ela lutou por treinamento, dias para manter as armas e em tempo adequado para se preparar para o tiroteio, mas foi derrotada pela produção e seu departamento. Todo o conjunto de produção tornou-se inseguro devido a vários fatores, incluindo a falta de reuniões de segurança” disse Bowles, em nome da cliente.

Fonte: JP

Comunicar erro

Comentários

Sidro Nina Central