IPTU mais asfalto

Confira os produtos importados que mais subiram em 12 meses

Por Redação em 10/04/2022 às 15:24:52

O encarecimento de produtos importados faz parte da pressão que levou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) — o indicador oficial da inflação brasileira —, ao patamar de 11,3% em 12 meses encerrados em março. Com o grau de globalização atual, são poucos os produtos que não entram na lista dos que podem ser adquiridos de lá de fora. Entre os itens da cesta que mais impactam o cotidiano, destaque para o avanço de 27,9% dos combustíveis. O principal vetor de alta é a volatilidade no preço do barril do petróleo em meio às incertezas geradas pela guerra na Ucrânia, que chegou a levar a cotação para próximo de US$ 140, o maior valor desde 2008. O movimento, porém, já era observado desde o ano passado com a retomada das economias no pós-pandemia. A alta dos combustíveis explica parte do encarecimento dos alimentos e bebidas, já que a maior parte da produção é transportada em rodovias. Os artigos de residência também são destaques pelo encarecimento de 20,4% de aparelhos eletrônicos, pressionados pelos aumentos dos custos de produção devido à falta de componentes no exterior. A escassez é resultado da paralisação dos parques fabris, principalmente na China, por causa das medidas de restrições impostas para frear a disseminação da Covid-19.

Confira abaixo os produtos que mais tiveram impactos na cesta de itens importados

Variação de preços acumulada em 12 meses, até março, em %

 

Combustíveis 27,9
Eletrodomésticos20,4
Automóvel novo18,2
Farinha de trigo18,0
Motocicleta17,0
Sardinha em conserva15,9
Video game15,9
Aparelhos eletrônicos14,3
Macarrão13,4
Azeite de oliva11,3
Salmão8,1
Aparelhos de informática8,0
Bacalhau7,8
Telefone5,3
Vinho2,5

 

Fonte: JP

Comunicar erro
Lei do Asfalto

Comentários

Stilus outro