Faça Bonito: Assistência Social promoveu campanha de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes.

As Secretarias de Assistência Social, Educação e Saúde em parceria com a PRF, realizaram diversas ações da Campanha Maio Laranja.

Por Jefferson Duarte em 24/05/2022 às 13:45:05
Foto: Assessoria PMRB

Foto: Assessoria PMRB

O Governo Municipal por meio da Secretaria de Assistência Social aderiu à campanha nacional "Faça Bonito", que tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para a importância da prevenção e do enfrentamento à violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil.

As Secretarias de Assistência Social, Educação e Saúde em parceria com a PRF, realizaram diversas ações da Campanha Maio Laranja. Entre os dias 16 a 20 de maio, o CREAS e o Conselho Tutelar juntamente com as psicólogas realizaram palestras informativas nas escolas da Rede Municipal de Ensino.

No dia 17 de maio, a ação foi no Conviver com a exposição da peça teatral do grupo Sucata Cultural peça "Eu, você e Araceli", que trabalhou a conscientização sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Participaram desta ação, usuários do SCFV e alunos do 6º ao 9º ano, do Centro Educacional Criança Esperança II.

No dia 18 de maio, foi a vez de Prudêncio Thomaz, onde foi realizada uma caminhada pelas principais ruas do distrito com usuários do SCFV e a exposição da peça teatral do grupo Sucata Cultural peça "Eu, você e Araceli" na escola Criança Esperança III com a presença de alunos das escolas Criança Esperança III e Euclides da Cunha.

Também foi realizado uma adesivagem e panfletagem na Avenida Benjamin Constant com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, no posto PRF na BR 163.

A proposta da campanha foi destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

Segundo a secretária de Assistência Social, Lívia Dias, o Governo Municipal trabalha pela defesa e garantia de direitos das crianças e adolescentes, todos os dias, para que os pequenos possam ter um futuro brilhante e próspero.

18 de maio

A data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou o Brasil e ficou conhecido como o "Caso Araceli".

Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

Denuncie

Fique atento e em caso de suspeita de abuso ou exploração sexual infantil, denuncie pelo Disque 100 ou procure o Conselho Tutelar (67) 99641-6600 e CREAS (67) 99651-6352.

Fonte: Jefferson Duarte/Assessoria de Comunicação PMRB

Comunicar erro

Comentários

Sidro Nina Central