Com o Propeq Dinamiza, Governo incentiva o desenvolvimento de pequenos negócios em MS

O objetivo do programa é garantir oportunidades para o crescimento da economia estadual com apoio a base produtiva.

Por Redação em 26/05/2022 às 17:56:50
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Na quarta-feira (25), durante a abertura da 25ª Showtec – Feira de Tecnologias para a Agropécuaria em Maracaju, o governador Reinaldo Azambuja e o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) conheceram um pouco das ações desenvolvidas por meio do Propeq Dinamiza (o Programa Estadual de Apoio aos Pequenos Negócios de MS), no município.

Governador Azambuja e secretário Jaime Verruck estiveram em estande do Senai conhecendo as ações do Propeq em Maracaju

Em visita ao estande do Senai, Jaime Verruck ressaltou o trabalho realizado pela Semagro e o Sistema Fiems em Maracaju, por meio do Propeq Dinamiza, no apoio às agroindústrias na obtenção do Selo Arte, que certifica a qualidade de produtos dos pequenos negócios do município.

"Dentre as ações, nós já fizemos a destinação de equipamentos e veículo para a realização dos trabalhos. O objetivo é auxiliar o trabalho da entidade que atua no fomento aos pequenos negócios por meio de capacitação e qualificação dos empreendedores", comentou o titular da Semagro.

O Propeq Dinamiza está em execução desde agosto de 2021 e segue até outubro de 2022, tendo como público-alvo os pequenos negócios, Grandes e Médias Empresas e a Comunidade Local. O programa está dividido em quatro eixos: Dinamização econômica dos municípios; Impulsionamento da governança territorial para melhoria do ambiente de negócios; Promoção Comercial dos Produtos Regionais e Apoio a iniciativas locais de inclusão produtiva.

O objetivo do programa é garantir oportunidades para o crescimento da economia estadual com apoio a base produtiva. A realização é do Sebrae, Senai e SemagroO Propeq Dinamiza tem investimento de R$ 10 milhões, sendo que 50% são provenientes da Semagro, oriundos do PRODESENVOLVE (Fundo Estadual Pró-Desenvolvimento Econômico) e os outros 50% do Sebrae.

Rosana Siqueira, da Semagro
Foto: Divulgação

Fonte: Gov. MS

Tags:   Geral
Comunicar erro

Comentários

Sidro Nina Central