Stilus outro

Victor Hespanha, 1º turista espacial brasileiro, chega a Belo Horizonte após viagem espacial; VÍDEO

Por Redação em 06/06/2022 às 13:58:39
Engenheiro de Minas Gerais ganhou vaga em sorteio e virou o primeiro turista espacial do país. Ele fez voo suborbital de cerca de 10 minutos. Victor Hespanha, primeiro brasileiro a fazer turismo espacial, desembarca no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, após aventura.

Marcelo Moreira / TV Globo

Mineiro de Belo Horizonte, o primeiro turista espacial brasileiro e segundo do país a viajar para o espaço, Victor Hespanha, 28, está de volta à terra natal.

A reportagem do g1 Minas viu ele desembarcando no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, por volta de 12h desta segunda-feira (6).

Victor Hespanha, primeiro brasileiro a fazer turismo espacial, desembarca no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, após aventura.

Marcelo Moreira / TV Globo

Victor Hespanha, primeiro brasileiro a fazer turismo espacial, desembarca no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, após aventura.

Marcelo Moreira / TV Globo

Com grande sorriso no rosto, ele foi recebido com festa por amigos e parentes e até por um boneco inflável gigante de um astronauta, com seu nome.

Ele postou o momento em sua rede social:

Victor Hespanha, 1º turista espacial brasileiro, chega a BH após viagem espacial

Foi com um boneco igual a este que a mãe de Victor, Claudia Maria Correa, acompanhou pela TV, no último sábado (4), a decolagem e retorno da nave da Blue Origin, empresa do bilionário Jeff Bezos, no Texas, nos Estados Unidos. Hespanha levou uma bandeira do Brasil e ocupou o assento número 2 da missão, que tinha outras cinco pessoas e durou cerca de dez minutos (entenda a missão).

“Foram os dez minutos mais longos da minha vida. Estou muito orgulhosa, me sentindo muito honrada por meu filho ter ido para o espaço, muito feliz. É uma emoção indescritível. Confesso que fiquei com receio, mas eu sabia que ele estava entregue nas mãos de Deus e que tudo daria certo, e tudo deu certo. É o momento de respirar, celebrar, comemorar”, disse Claudia ao g1 Minas no sábado.

Cláudia Maria Correa, mãe do engenheiro de produção Victor Correa Hespanha

Rafaela Mansur/g1

'Indescritível, surreal'

Em uma série de breves vídeos publicados em uma rede social, ele comentou (ou tentou comentar) o voo de 10 minutos (veja mais nos vídeos abaixo). "Eu realmente não sei o que falar direito. Foi muito emocionante, indescritível, surreal", escreveu.

O Fantástico acompanhou toda a aventura do mineiro; CONFIRA AQUI.

Primeiro turista espacial brasileiro: 'Emocionante, indescritível, surreal'

A jornada foi idêntica à que o próprio Bezos fez em julho passado. Desta vez, todos os seis tripulantes eram turistas espaciais – não havia um astronauta profissional a bordo, e a nave não precisa de piloto.

O voo foi do tipo suborbital, uma espécie de "bate-volta" (entenda qual é a diferença entre voo orbital e suborbital). Nessa modalidade, o foguete alcança uma altitude máxima – cerca de 100 km – e depois cai em queda livre de volta à Terra.

Depois de voltar, ele afirmou que está vivendo um sonho de criança: "Estou realmente muito feliz, o medo não importa, se tiver com medo, a gente vai com medo, todos aqui estão muito felizes e o medo ficou em segundo plano".

Números do 'bate-volta' espacial:

3,7 mil km/h foi a velocidade máxima atingida pela nave

100 km foi o pico de altitude a que o módulo chegou

Zero G (ou gravidade zero) foi a sensação experimentada pelos turistas espaciais, que flutuaram durante parte do percurso

7 minutos foi o tempo entre a decolagem da missão e a aterrisagem do primeiro módulo

10 minutos foi o tempo entre a decolagem da missão e o pouso da cápsula com os passageiros

O grupo deveria ter decolado em 20 de maio, mas a viagem foi adiada por questões de segurança, após uma vistoria no foguete.

A jornada de Hespanha ocorreu em uma época marcada pela corrida espacial de bilionários que querem investir cada vez mais no turismo fora da Terra e também na internet via satélite. É o caso da própria Blue Origin, de Bezos, e da SpaceX, de Elon Musk.

Hespanha é engenheiro de produção e conseguiu seu lugar na nave depois de comprar um token não fungível (NFT) pela Crypto Space Agency (CSA) por R$ 4 mil. A CSA sorteou a viagem entre os compradores, e o mineiro levou.

Antes dele, o único brasileiro a ter ido ao espaço era o astronauta e ex-ministro Marcos Pontes, que em 2006 passou oito dias na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês). Aquele era um voo orbital: Pontes decolou da base de Baikonur, no Cazaquistão, a bordo da nave russa Soyuz-TMA.

VEJA TAMBÉM:

Assista a vídeos da viagem

Veja fotos do voo

Acompanhe a transmissão do G1

O g1 agora está no Telegram; clique aqui para receber notícias diretamente no seu celular.

Victor Hespanha, primeiro turista espacial brasileiro, sobre viagem: "é o dia mais feliz da minha vida"

Vídeos do voo do brasileiro

Brasileiro vai ao espaço em nave de Bezos depois de ganhar sorteio

Assista à decolagem:

Brasileiro vai ao espaço em missão da Blue Origin

Assista ao pouso:

Brasileiro e outros cinco passageiros da New Shepard voltam de missão no espaço

Assista ao desembarque:

Victor Hespanha desembarca após ir ao espaço

Antes da decolagem, Victor falou sobre suas expectativas (assista abaixo):

Brasileiro fala da expectativa momentos antes de ir ao espaço em voo da Blue Origin

Fotos do voo do brasileiro

Veja, a seguir, imagens do voo:

Brasileiro viaja ao espaço em voo da Blue Origin

Reprodução

Booster da Blue Origin retorna

Reprodução

Cápsula da Blue Origin pousa

Reprodução

Cápsula da Blue Origin no solo

Reprodução

Victor Hespanha

Reprodução

Tripulantes posam para fotos após o pouso

Reprodução

Victor Hespanha e Marcos Pontes

Quem é o brasileiro que vai para o espaço depois de ganhar sorteio?

Victor Hespanha foi ao espaço 16 depois da única experiência anterior de um brasileiro nesse tipo de missão.

Em entrevista ao g1 Minas concedida logo depois do sorteio que definiu seu nome como integrante da missão, o engenheiro afirmou:

"É assustador, nunca pensei [que conseguiria], sou pessoa comum, mas estou tendo essa oportunidade incrível. Isso é para mostrar que viagem ao espaço não é só coisa de bilionário".

LEIA TAMBÉM:

Quem é Victor Hespanha

Brasileiro que ganhou sorteio diz: 'Não é só para bilionários'

Sonha em ser um turista espacial? Veja o que planejam empresas do setor

Brasileiros no espaço

Arte/g1

Voos tripulados da Blue Origin

A empresa de turismo espacial de Jeff Bezos realizou 20 viagens ao espaço até agora, mas apenas quatro tiveram passageiros. Em julho de 2021, o empresário participou da primeira missão tripulada com outras três pessoas.

Em outubro do mesmo ano, foi a vez do ator William Shatner, que interpretou Capitão Kirk da série "Jornada nas estrelas" ("Star trek") finalmente conhecer o espaço. Ele também viajou com mais três passageiros.

Entenda a diferença de voo suborbital e orbital

Em dezembro de 2021, a Blue Origin fez um terceiro voo tripulado, desta vez com seis pessoas: a capacidade máxima da nave New Shepard. Entre elas, estava Laura Shepard, filha de Alan Shepard, que 60 anos antes se tornou o primeiro americano a ir ao espaço e que dá nome à nave.

A quarta missão tripulada aconteceu em março de 2022, quando outras seis pessoas foram ao espaço.

Turismo espacial: diferenças entre as naves da SpaceX, Blue Origin e Virgin Galactic

Arte g1

Os vídeos mais vistos do g1 Minas na semana:

Fonte: G1

Comunicar erro

Comentários

Rio Brilhante Coleta Seletiva