Junho Violeta

Bolsista do Governo de MS, Yeltsin Jacques é campeão mundial de atletismo com direito a recorde mundial

Esta a quinta medalha do fundista que nasceu com baixa visão, em campeonatos mundiais de atletismo

Por Redação em 17/05/2024 às 13:43:32
Foto: Comitê Paralímpico Brasileiro.

Foto: Comitê Paralímpico Brasileiro.

Yeltsin Jacques escreveu, nesta quinta-feira (16), mais um dos vários capítulos de sua vitoriosa trajetória no esporte. Contemplado pelo Bolsa Atleta do Governo de Mato Grosso do Sul, o sul-mato-grossense sagrou-se campeão da prova de 5.000 metros da classe T11 (atletas com deficiência visual), no Mundial de Atletismo Paralímpico, em Kobe, no Japão.

Além de faturar a medalha de ouro, o fundista de Mato Grosso do Sul quebrou novo recorde mundial da prova, com o tempo de 14min53s97. O melhor tempo, até então, era do japonês Kenya Karasawa, que havia estabelecido 14min55s39.

Esta a quinta medalha do fundista que nasceu com baixa visão, em campeonatos mundiais de atletismo, sendo agora dois ouros, uma prata e dois bronzes desde Lyon-2013.

Na primeira rodada de provas, o Brasil conquistou dois pódios, obtendo um total de cinco medalhas. O destaque foi o bolsista do Governo do Estado, Yeltsin Jacques, que faturou o ouro nos 5.000m T11 com direito a recorde mundial. Na mesma prova, Júlio César Agripino ficou com a prata.

"Estou muito feliz, foi uma prova muito forte, com vários atletas fazendo suas melhores marcas da vida. Conseguimos nos sair bem. Tivemos muito controle na prova, largando mais atrás para depois impor um ritmo mais forte nos últimos 1.500 metros", explicou Yeltsin, que contou com os guias Antônio Henrique Lima e Guilherme Santos na prova.

Com passaporte carimbado para a Paralimpíada de Paris-2024, Yeltsin Jacques confirmou o favoritismo nos 5.000 metros com o ouro em Kobe, último teste para o sul-mato-grossense antes da maior competição do planeta.

Cinco brasileiros conquistaram medalhas para o país no primeiro dia de disputa do Campeonato Mundial no Japão. No salto em distância T20, Zileide Cassiano conquistou o título, enquanto Débora Lima assegurou a medalha de prata. Já, Vinícius Quintino obteve a prata nos 100m T72.

Bel Manvailer, Comunicação Fundesporte

Lucas Castro, Comunicação Setesc


Fonte: Fundesporte-MS

Tags:   GeralDestaque
Comunicar erro

Comentários