Junho Violeta

Megaoperação da PF sobre atos de 8/1 prendeu condenado em Sidrolândia

Ele foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão por participar das depredações nas sedes dos Três Poderes

Por Redação em 07/06/2024 às 20:30:02
Destruição de militantes bolsonaristas em Brasília - Gabriela Biló/Folhapress

Destruição de militantes bolsonaristas em Brasília - Gabriela Biló/Folhapress

Em uma operação de grande escala, a Polícia Federal prendeu 159 indivíduos, condenados ou investigados por envolvimento na tentativa de golpe de Estado de 8 de janeiro de 2023. Entre os detidos, está um homem de 46 anos residente em Sidrolândia, Mato Grosso do Sul.

O indivíduo, cujo nome não foi divulgado, foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão por sua participação na depredação da sede dos Três Poderes em Brasília. Ele foi alvo de um mandado de prisão preventiva por violar medidas cautelares judiciais.

Na época da condenação, ele negou qualquer participação nos atos, mas chegou a ser preso em Brasília e, posteriormente, obteve liberdade provisória mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Ele também teve o porte de arma suspenso e foi proibido de usar redes sociais.

Todas as ordens de prisão foram expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e assinadas pelo Ministro Alexandre de Moraes. A operação da Polícia Federal abrangeu 18 estados e o Distrito Federal.

Somente no período da manhã, 49 pessoas foram presas nos estados do Espírito Santo, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Bahia, Paraná e no Distrito Federal.

Pontos-chave:

  • A operação da Polícia Federal teve como alvo 159 indivíduos envolvidos na tentativa de golpe de Estado de 8 de janeiro.
  • Um homem de 46 anos foi preso em Mato Grosso do Sul por sua participação na depredação da sede dos Três Poderes em Brasília.
  • O homem foi condenado a 16 anos e seis meses de prisão.
  • 49 pessoas foram presas somente na manhã de hoje, em 9 estados e no Distrito Federal.

Informações adicionais:

  • A tentativa de golpe de Estado de 8 de janeiro foi um esforço de apoiadores do ex-presidente brasileiro Jair Bolsonaro para reverter os resultados da eleição presidencial de 2022.
  • O ataque à sede dos Três Poderes foi condenado por líderes mundiais e resultou na prisão de centenas de pessoas.
  • A operação da Polícia Federal faz parte de um esforço contínuo para levar à justiça os responsáveis pela tentativa de golpe.

Fonte: Folha CG

Comunicar erro

Comentários