ALMS vacina

Preço do diesel se aproxima de R$ 5 por litro e governo prevê novos aumentos

Por Redação em 23/10/2021 às 13:39:57

A pesquisa semanal de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis aponta que com a alta desta semana, o preço médio do óleo diesel pode romper pela primeira vez o patamar dos R$ 5. Segundo a ANP, nesta semana o combustível foi vendido a uma média de R$ 4,983, o que representa alta de 0,1% em relação à semana anterior. No entanto, na região norte, já há postos cobrando R$ 6,42. Isso ocorreu em Cruzeiro do Sul, no Acre, e também ocorre com o diesel S-10, que tem menos enxofre e é obrigatório em grandes centros urbanos. O combustível está sendo vendido, em média, a R$ 5,048 por litro. O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira, 22, que um novo aumento do preço dos combustíveis é “iminente”.

“Não existe da nossa parte o congelamento de preços e isso nós sabemos que as consequências são piores do que o aumento em sí. Sabemos que estamos na iminência de ter mais um reajuste de combustível, e quando vai para o diesel, nós sabemos que influencia diretamente na inflação. Sabemos que aumentando o preço do petróleo lá fora com a avaliação daqui de dentro o reajuste em poucos dias ou semanas tem que ser cumprido na ponta da linha por parte da Petrobras. O economista Roberto Troster aponta que há necessidade de mudanças na política econômica do governo, sobretudo na questão cambial. “Hoje, como o câmbio funciona? Ele tem dois compartimentos, que é o mercado spot e o mercado futuro. O mercado futuro é muito volátil, você pode reduzir esta volatilidade, por exemplo, tributando com IOF operações de curto prazo, isso, só por isso, você já vai conseguir diminuir a volatilidade do câmbio. Segundo, você pode mudar o regime utilizado por muitos países que se chama "banda móvel", o que é uma banda móvel? Por exemplo: se o câmbio fechou a R$ 5,6, ele fala "a R$ 5,7 eu vendo e a R$ 5,5 eu compro"”, explicou. Toda essa situação cria um cenário para uma possível nova greve dos caminhoneiros. Representantes da categoria chegaram a dizer que foram convidados para uma reunião no Palácio do Planalto no próximo dia 28. No entanto, o Ministério da Infraestrutura desmentiu o encontro.

*Com informações do repórter Fernando Martins

Fonte: JP

Comunicar erro
Natal Rio Brilhante

Comentários

Stilus outro