Vereador Junior Coringa quer fim do monopólio do consórcio guaicurus e solução para o transporte coletivo em Campo Grande

O vereador pontuou ainda que não é contra os trabalhadores, que também são prejudicados por não receber seus devidos honorários

Por Redação em 21/06/2022 às 14:25:39
Ver. Junior Coringa/Foto: assessoria

Ver. Junior Coringa/Foto: assessoria

Campo Grande não tem transporte coletivo nesta terça-feira (21). A greve não foi anunciada antecipadamente e pegou muitos usuários de surpresa.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo, a greve ocorre devido à falta de pagamento de vale referente a 40% de adiantamento do salário dos trabalhadores. Ainda segundo o sindicato, a paralisação, que atinge pelo menos 100 mil usuários do transporte coletivo, segue por tempo indeterminado.

O Vereador Junior Coringa se manifestou na sessão ordinária desta terça sobre o assunto: "Eu sou defensor dos direitos do consumidor nesta casa, é um absurdo o que o consórcio guaicurus está fazendo com o consumidor, com o povo de Campo Grande, a cidade parou hoje! O que está de fato acontecendo? precisamos de uma revisão urgente neste contrato com o consórcio, se não estão dando conta de atender mais a demanda, que possamos abrir para quem possa atender, o consumidor, Campo Grande não pode mais ser penalizada.

O vereador pontuou ainda que não é contra os trabalhadores, que também são prejudicados por não receber seus devidos honorários, e que junto com eles e pelo bem de Campo Grande irão encontrar uma solução.

A decisão de paralisar os serviços foi tomada depois que o Consórcio Guaicurus encaminhou um ofício aos trabalhadores anunciando que a situação financeira do grupo é "bastante grave" e não haveria condições de quitar compromissos "inadiáveis", como pagamento de funcionários e fornecedores. O repasse do vale referente a 40% dos salários dos trabalhadores já não foi realizado nesta segunda-feira, segundo advogado do consórcio.

Fonte: Assessoria do Ver. Junior Coringa

Comunicar erro

Comentários

Sidro Nina Central