Velório de João Carreiro termina e músico será sepultado em Cuiabá

Velório de João Carreiro em Campo Grande termina e corpo será levado de avião para Cuiabá às 11h

Por Redação em 04/01/2024 às 12:00:48
A comoção tomou conta dos presentes durante o encerramento do velório. (Foto: Henrique Kawaminami)

A comoção tomou conta dos presentes durante o encerramento do velório. (Foto: Henrique Kawaminami)

O adeus a João Carreiro tomou lugar na Câmara Municipal de Campo Grande com uma comovente despedida na manhã desta quinta-feira (04). O corpo do artista será transportado para o aeroporto da cidade e seguirá para Cuiabá, onde será realizado o velório final, embora o local específico ainda não tenha sido confirmado. O sepultamento do músico ocorrerá na capital mato-grossense.

Minutos antes de o caixão ser lacrado, amigos e colegas de profissão prestaram suas últimas homenagens, ressaltando o talento e a generosidade de João Carreiro. Alex, da dupla musical com Yvan, compartilhou algumas palavras emocionantes sobre o legado do cantor: "Ele sempre foi muito família, muito religioso. Espero que as pessoas continuem honrando João Carreiro e reconheçam a importância de valorizar quem está ao nosso lado enquanto estão presentes entre nós".

Aurélio Miranda, também músico, expressou seu carinho e admiração pelo artista: "João é uma semente que cresceu, frutificou e permanecerá para sempre em nossa saudade. Sua influência e sua arte deixam uma marca indelével".

Ricardo Siqueira, músico e admirador do cantor, compartilhou suas lembranças pessoais e a influência de João Carreiro em sua trajetória na música: "Comecei minha jornada na música ouvindo João Carreiro, Jads e Jadson. Ele foi meu ídolo, sempre irradiando energia positiva. Tive o privilégio de cantar com ele em um momento surreal, saindo dos bastidores para dividir o palco com meu ídolo".

A comoção tomou conta dos presentes durante o encerramento do velório, com muitas pessoas se despedindo emocionadas do cantor, cujo legado continuará a ecoar na história da música sertaneja. O traslado do corpo para Cuiabá marca o último capítulo desse momento de homenagens e saudades, deixando para trás uma legião de fãs e amigos que eternizarão a memória e a contribuição de João Carreiro para a música brasileira.

Amigos, músicos e familiares em despedida a João Carreiro. (Foto: Henrique Kawaminami)

Amigos, músicos e familiares em despedida a João Carreiro. (Foto: Henrique Kawaminami)

Natural de Cuiabá (MT), o sertanejo ficou famoso em todo país com a música "O Bagulho é Louco, Mano", que acumula 18 milhões de visualizações no YouTube. Fez dupla com Capataz, nome artístico de Hilton Cesar Serafim da Silva, embalando o sucesso "Bruto, Rústico e Sistemático", que foi tema da novela "Paraíso", na TV Globo. A separação ocorreu em 2014.

Carreiro então se mudou para Sidrolândia, distante 70 quilômetros de Campo Grande e atualmente vivia em Campo Grande, em condomínio na saída para Rochedinho, onde gravou seu último projeto, intitulado "No Quintal de Casa".

O cantor morreu na noite de ontem após complicações em uma cirurgia cardíaca.

João Carreiro deixa duas filhas e esposa.

Fonte: Campo Grande News

Comunicar erro

Comentários

Rio B Fevereiro