Stilus outro

Mulher é morta a facadas pelo marido e encontrada 3 dias depois em MS

Corpo da vítima já estava em avançado estado de decomposição e vizinhos é quem encontraram Luciana pelo forte cheiro.

Por Redação em 02/08/2022 às 11:24:36
Movimentação policial após descoberta do feminicidio no Silvia Regina (Vinicius Costa)

Movimentação policial após descoberta do feminicidio no Silvia Regina (Vinicius Costa)

A merendeira Luciana de Carvalho, de 45 anos, foi mais uma mulher a entrar para a triste estatística de feminicídio em Campo Grande. Ela foi morta a facadas pelo marido na última quinta-feira (28), um homem de 47 anos, mas seu corpo só foi encontrado na noite desta segunda-feira (1°).

A vítima teria sido atingida por ao menos quatro facadas e duas delas atingiram as costas de Luciana. O autor foi preso em flagrante pelo fato, que aconteceu na Avenida Júlio de Castilho, no Silvia Regina.

De acordo com o boletim de ocorrência, vizinhos passaram a sentir um forte cheiro vindo dos fundos de uma residência, onde o casal morava e quando tiveram acesso ao interior do imóvel, notaram o corpo da mulher em avançado estado de decomposição.

Rapidamente eles acionaram a Polícia Militar e ao menos duas equipe estiveram no local para apurar detalhes do relatado pelas testemunhas.

Contudo, o autor foi visto passando de bicicleta em frente à residência e testemunhas denunciaram aos policiais, que passaram a fazer acompanhamento tático e prendê-lo a alguns metros do local.

Preso, ele foi encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher). A delegada de plantão Thais Duarte e uma equipe de Perícia Científica compareceram na residência.

O caso é tratado como feminicídio.

Fonte: JD Noticias

Comunicar erro

Comentários

Rio Brilhante Coleta Seletiva