Stilus outro

Guia completo para compra de carros usados

Por Redação em 28/08/2020 às 08:23:56

Imagem: Pixabay

Se você está procurando carros à venda e pensa adquirir carros usados em Campo Grande, está longe de estar sozinho. Entre as vendas para particulares e concessionárias, quase 40 milhões de veículos usados mudam de mãos a cada ano. Com tantas opções, encontrar o carro certo para você pode ser um desafio. Por isso, criamos este guia completo para te ajudar a tornar mais fácil encontrar e comprar seu carro usado perfeito.


1: Descubra sua capacidade financeira e potencial de gastos

Uma regra prática: se você está fazendo um empréstimo para pagar o seu carro, o pagamento do carro não deve ser superior a 20% do seu salário líquido. Se você está com um orçamento apertado, pode querer gastar ainda menos. Os carros usados precisarão de um pouco mais de atenção de vez em quando: pneus novos, manutenção e assim por diante. E há outros custos de propriedade que os clientes às vezes esquecem de contabilizar, como combustível e seguro. Se o carro que você está planejando comprar está fora da garantia, pode ser uma boa ideia reservar um valor "just-in-case" para cobrir quaisquer reparos inesperados.

2: Faça uma lista de veículos usados do seu interesse

Não é segredo que veículos da marca Honda ou Toyota são bons carros usados. Mas eles podem custar alguns reais a mais do que um Ford ou semelhantes, embora também sejam bons carros. Portanto, se você está procurando economizar dinheiro, considere mais de uma marca. Sugerimos fazer uma lista de três carros que atendam às suas necessidades e se enquadrem no seu orçamento. Suas avaliações trarão informações para orientar suas escolhas. Se você está planejando comprar um veículo com menos de 5 anos, considere um que tenha ainda garantia de longo prazo que são respaldadas pela montadora, não apenas pela concessionária que os vende para você.

3: Estude e negocie os preços de venda

Os preços são determinados, em parte, pelo local onde você está comprando. Você encontrará carros usados em seções de concessionárias de carros novos, lotes independentes de carros usados, varejistas de carros usados ?e sites de anúncios online onde vendedores privados anunciam seus carros. Dos quatro, os carros particulares costumam ter o menor preço de venda. Os carros semi-novos de concessionárias geralmente custam mais caro, mas são bastante confiáveis, pois somente automóveis usados certificados podem ser revendidos por concessionárias. Para ver quanto as outras pessoas estão pedindo pelos modelos que você deseja, busque ver o preço médio pedido pelo carro que você deseja em sites locais, além de consultar o preço deles na Tabela Fipe.

4: Localize carros usados ??para venda em sua área

Um lugar fácil para começar a construir sua lista de alvos é uma página de anúncios de carros usados da sua cidade. Para encontrar exatamente o carro que deseja, você pode filtrar sua pesquisa por vários fatores, incluindo a quilometragem do vendedor em relação a você. Busque informações sobre o modelo, o ano do automóvel, a quilometragem já percorrida pelo motor do carro, seu preço de venda e características essenciais. Use os sites de outros mercados de carros usados ??para estudar se a negociação proposta é válida para você.

5: Entre em contato com o vendedor

Depois de encontrar um bom carro em potencial, não saia correndo para vê-lo. Ligue para o vendedor primeiro. Esta etapa é uma excelente forma de estabelecer um relacionamento com o vendedor e verificar as informações sobre o carro. Você pode perguntar a vendedores privados por que eles estão se desfazendo de um carro ou se há algum problema mecânico. E se você estiver comprando de um revendedor, um telefonema ou mensagem de texto é a melhor maneira de garantir que o carro ainda esteja disponível. Às vezes, o vendedor mencionará algo que não estava no anúncio e que pode mudar sua decisão de comprar o carro. Embora muitos compradores sejam tentados a negociar antes mesmo de colocar os olhos no carro, é melhor esperar para vê-lo de perto. Depois de ver isso, você pode vincular sua oferta à sua condição. Se as coisas estiverem indo bem, marque uma reunião para fazer um teste drive com o carro. Se possível, faça-o durante o dia. Isso torna mais fácil ver as condições do carro.

6: Verifique a documentação do veículo

A menos que você esteja comprando o carro de um amigo próximo ou membro da família que possa atestar sua história, planeje obter uma inspeção do veículo no Detran da sua cidade antes de compra-lo. Isso é essencial. Se o carro que você está olhando tem um relatório de histórico ruim, quanto mais cedo você souber, melhor. Esses relatórios podem revelar informações vitais sobre o carro, incluindo se o hodômetro foi revertido ou se ele passou por algum sinistro grave, com algum título de recuperação, o que significa que foi declarado como perda total pela seguradora. Você usará o número de identificação do chassi do veículo para obter essas informações e, em alguns casos, tudo que você precisa é o número da placa. A maioria dos revendedores principais oferece esses relatórios gratuitamente se eles tiverem o veículo em seu pátio. Seja muito prudente!

7: Teste o carro

O test-drive de um carro usado é a melhor maneira de saber se este é o modelo e a marca de carro certos para você. Também é uma boa maneira de avaliar as condições desse carro em particular. Portanto, evite as distrações e concentre-se no carro. Aqui estão algumas coisas para verificar:

  • É fácil entrar e sair do carro sem se abaixar ou bater a cabeça?

  • Há espaço livre suficiente, espaço para as pernas? Lembre-se de verificar também o espaço no banco de trás.

  • A posição de direção é confortável? Você se senta muito baixo, muito alto ou apenas dentro do carro?

  • Você pode inclinar ou encurvar o volante para um melhor ajuste?

  • Os assentos são confortáveis? Eles são facilmente ajustáveis?

  • Existe um ajuste de apoio lombar para o motorista? E o passageiro do banco da frente?

  • A luz do motor de verificação está acesa? Em caso afirmativo, verifique o problema antes de comprar.

  • Como está a visibilidade? Verifique o espelho retrovisor e os espelhos laterais. Procure potenciais pontos cegos.

  • Use seu nariz. Você sente cheiro de gás, óleo queimando ou algo errado?

  • Confira os pneus. Que idade eles têm? Estão muito gastos?

  • Como estão os freios? Eles estão fazendo ruído ao parar o carro? Eles rangem?

  • Abra o capô. Você não precisa saber muito sobre carros para ver se algo parece errado. Se algo está vazando, fumegando ou coberto de óleo, é hora de fazer perguntas.

  • O ar condicionado sopra frio?

  • Os faróis, luzes de freio e indicadores de direção funcionam? Teste-os para ter certeza.


Após o teste drive, pergunte ao proprietário ou revendedor se você pode ver os registros de serviço, geralmente disponíveis no manual do veículo. Eles mostrarão se o carro teve a manutenção programada realizada dentro do prazo e feita em concessionária – o que é uma ótima forma de garantia e de demonstrar que foi bem cuidado!

A partir daí, leve um mecânico para inspecioná-lo antes de comprá-lo. Negocie a forma de pagamento e aproveite seu carro usado com satisfação!

Gostou destas dicas? Aproveite e compartilhe este post em suas redes sociais!

Fonte: Murilo Herbert

Queimada