Capitão Contar já filiado ao PL reafirma compromisso com Bolsonaro e construção de 'Projeto pelo Brasil'

Com a filiação do deputado Capitão Contar, o PL fica com dois deputados na Alems, por já ter no seu quadro o deputado João Henrique Catan.

Por Redação em 11/03/2022 às 20:06:45
Dep. Capitão Contar e Dra Raissa/Foto: Assessoria

Dep. Capitão Contar e Dra Raissa/Foto: Assessoria

O deputado estadual Capitão Contar oficializou sua filiação ao PL (Partido Liberal). O partido que também conta com o Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, agora ganha mais um nome de peso em Mato Grosso do Sul.
A filiação de Contar aconteceu em Brasília (10/03), onde o parlamentar cumpre agenda de trabalho e de alinhamentos estratégicos. Ao oficializar sua ida ao PL, Contar reafirma seu compromisso em apoiar, prioritariamente, o Presidente Bolsonaro e dar continuidade ao trabalho que tem sido realizado: "Com certeza vamos fortalecer ainda mais esse apoio, dando sustentação e trabalhando ao lado do nosso Presidente e todos que caminham juntos, com propósitos verdadeiros de trabalho pelo Brasil", declarou Capitão.
Capitão Contar se elegeu em 2018 para o seu primeiro mandato como deputado estadual, tendo votação histórica com mais de 78 mil votos, sendo o quarto deputado estadual mais votado do Brasil, proporcionalmente. Ficaram no ranking de mais votados no país: Janaina Paschoal (SP), Delegada Gleide Ângelo, Delegado Francischini (PR) e Capitão Contar (MS).
Na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, seu mandato segue coerente com os compromissos firmados com a população e a conduta alinhada às bandeiras que sempre defendeu, tendo o combate à corrupção, a busca por transparência na gestão pública e a eficiência na gestão de recursos públicos, sempre presentes em seus projetos e votações.
Com a filiação concretizada, Capitão Contar aguardará agora o alinhamento do partido sobre o cargo que irá concorrer em Mato Grosso do Sul. Mas, já colocou seu nome a disposição do Partido Liberal (PL) para concorrer ao cargo de Governador do Estado. A decisão caberá ao partido que analisa a melhor estratégia buscando o melhor cenário para campanha nacional.
"Esse Projeto de Brasil é para fortalecer o trabalho da direita, fortalecer a candidatura do Presidente Bolsonaro, e da nossa candidata ao Senado, Tereza Cristina. E, tendo um cabeça de chapa legítimo de direita, que vá ao encontro do que a população almeja, vamos ter mais forças para atingir esse objetivo e ajudar eleger o maior número de parlamentares estaduais e federais em Mato Grosso do Sul". Finalizou Contar.
A expectativa do PL é aumentar exponencialmente o número de filiados que apoiam o presidente Jair Bolsonaro. Além do Capitão Contar (MS), já estão filiados o senador Flávio Bolsonaro, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o deputado federal e Ministro do Trabalho e da Previdência, Onyx Lorenzoni. Com a filiação do deputado Capitão Contar, o PL fica com dois deputados na Alems, por já ter no seu quadro o deputado João Henrique Catan.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Dep. Capitão Contar

Comunicar erro

Comentários

Sidro Nina Central