SES abre oito leitos de UTI Neonatal no Hospital Evangélico de Dourados

Para o prefeito Alan Guedes, a questão da falta de leitos é uma dificuldade da saúde que está sendo resolvida.

Por Redação em 17/05/2022 às 18:49:00
Foto: Assecom-Dourados

Foto: Assecom-Dourados

O secretário de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, Flávio Britto, esteve reunido na manhã desta terça-feira (17), com o prefeito Alan Guedes, em Dourados, para tratar sobre a ativação de mais oito leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal no Hospital Evangélico, cuja a previsão é que ocorra em até duas semanas. Participaram da reunião, o secretário municipal de Saúde, Waldno Lucena, e o diretor de regulação de Dourados, Frederico Weissinger.

Segundo Britto, os custos destes novos leitos serão cobertos com contrapartida das três partes: Prefeitura Municipal, Governo do Estado e União. "O Governo do Estado é parceiro de Dourados e na Saúde não é diferente. Estarmos aqui hoje é mostra disso. Para isso, estamos montando uma parceria com três entes: os governos municipal, estadual e federal, todos dispostos a solucionar um problema que ainda é um resquício da pandemia".

Para o prefeito Alan Guedes, a questão da falta de leitos é uma dificuldade da saúde que está sendo resolvida. "Temos que agradecer a disponibilidade do secretário Flávio Brito de vir à Dourados, de vir ao nosso gabinete aqui na Expoagro para a gente resolver os problemas e conseguimos isso. Encontramos um bom termo para o financiamento dos leitos neonatal que serão financiados pelo Estado com a maior parte e cofinanciada pelo Município e pela União. Esse é um problema que é crônico, não apenas para Dourados, mas para a nossa macrorregião, que agora tem solução".

O diretor de regulação, Frederico Weissinger, destaca que a montagem desses leitos, a parceria com o Hospital Evangélico é necessária, já que não há mais como expandir o serviço no Hospital Universitário (HU-UFGD), que já conta com dez leitos para esse fim, todos ocupados.

"Hoje ainda temos um paciente neonatal aguardando leito, já que conseguimos fazer um remanejamento de leitos dentro do HU nos últimos dias. Entretanto, segundo o último boletim, temos 14 crianças e outras três excedendo. Ou seja, são 17 crianças no total", explica o diretor.

A perspectiva é de que os leitos estejam disponíveis em aproximadamente 15 dias. "Esse é o prazo solicitado pelo Hospital Evangélico para adequar espaço, infraestrutura e equipe para iniciar o atendimento. Graças a Deus essa reunião terminou com uma boa solução ", explica o secretário Waldno Lucena.

Rodson Lima, SES

Fonte: Governo - MS

Comunicar erro

Comentários

Sidro Nina Central