IPTU mais asfalto

Cidade de MS vai gastar R$ 625 mil de verba pública com shows sertanejos

Para o prefeito Eraldo Jorge Leite (PSDB), mesmo que os recursos sejam públicos, gastos em shows de artistas comercialmente fortes, o investimento é legítimo.

Por Redação em 07/06/2022 às 15:09:56
Cantor Luan Santana vai se apresentar por R$ 235 mil no dia 3 de julho, em Jateí. (Foto: Instagram)

Cantor Luan Santana vai se apresentar por R$ 235 mil no dia 3 de julho, em Jateí. (Foto: Instagram)

Em tempos de 'CPI do Sertanejo' e debates sobre as prioridades de uso de verba pública, o município de Jateí, em Mato Grosso do Sul, vai gastar R$ 625 mil com shows de Michel Teló, Luan Santana, Marcos e Belutti. Os artistas vão se apresentar durante os 3 dias da 45ª Fogueira da cidade, no mês de julho.

Para o prefeito Eraldo Jorge Leite (PSDB), mesmo que os recursos sejam públicos, gastos em shows de artistas comercialmente fortes, o investimento é legítimo. "São contratos dentro da lei. Não estamos usando recursos de saúde, nem educação, nenhuma área. São recursos próprios e disponíveis para a festa. Todos os shows já estão pagos", afirmou.
Conforme publicado em diário oficial o show de Michel Teló custou R$ 250 mil, de Luan Santana R$ 235 mil e de Marcos e Belutti R$ 140 mil. Todos os contratos foram dispensados de licitação, contratação direta dos artistas.

"Todos anos, trazemos artistas nacionais e nesse ano, calhou de ser Luan Santana, Michel Teló e Marcos e Belluti. Realizo essa festa há mais de 20 anos. Estou no meu quinto mandato e me preocupo com o que estão fazendo em relação ao sertanejo. Todos os anos fizemos isso. Precisamos nesse momento, após dois anos de pandemia e sem realizar a festa, retomar a economia. Será da melhor qualidade e todo mundo ganha com isso", acredita o prefeito.

Segundo ele, a prefeitura vai investir R$ 1 milhão para esta edição da tradicional festa. "Não sei quanto disso retorna ao município. Mas garanto que movimenta muita a cidade e não faz falta na saúde, na educação, na infraestrutura, assistência social. É dinheiro próprio. Fazemos a festa sem ajuda de ninguém."

O último levantamento do censo apontou que a cidade tem 4.027 habitantes.

Em relação ao IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), que leva em conta qualidade de atendimento em saúde, educação e o padrão de vida dos moradores, a cidade está abaixo da média nacional, com pontuação de 0.708, enquanto o Brasil soma 0.710.

A nota máxima é 1, mas no quesito educação, por exemplo, a classificação de Jateí é ainda mais baixa em relação ao restante do País, apenas 0.579.

CPI do Sertanejo - Nas últimas semanas, veio a público uma sequência de shows de músicos sertanejos contratados por prefeituras com dinheiro do contribuinte.

A polêmica começou após o cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, criticar a cantora Anitta e a Lei Rouanet durante show em Mato Grosso. Atualmente, o Ministério Público questiona a realização de shows em pelo menos 29 cidades de seis estados brasileiros.

Alguns músicos estão, inclusive, tendo contratos suspensos, como é o caso do cantor Gusttavo Lima. Na semana passada, ele fez live para justificar a situação e foi às lágrimas.

Fonte: Campo Grande News

Comunicar erro
Lei do Asfalto

Comentários

Stilus outro