Nasa anunciará nesta segunda astronautas que vão dar volta na Lua em 2024

Por Redação em 03/04/2023 às 11:27:09
Tripulação será a primeira a viajar à Lua desde a última missão Apollo, em 1972, há mais de meio século. Esta tripulação será a primeira a viajar à Lua desde a última missão Apollo, em 1972, há mais de meio século.

NASA/DIVULGAÇÃO

A Nasa, a agência espacial norte-americana, irá revelar nesta segunda-feira (3) os nomes dos quatro astronautas que voarão ao redor da Lua no ano que vem na missão Artemis II. O anúncio deverá ser perto das 12h, no horário de Brasília.

Esta tripulação será a primeira a viajar à Lua desde a última missão Apollo, em 1972, há mais de meio século.

Porém, desta vez, os astronautas ainda NÃO vão pousar no satélite natural, nem ao menos orbitá-lo.

Bill Nelson, diretor da Nasa, declarou no último mês que haverá "três americanos e um canadense" entre os nomes da lista, sem revelar o gênero dos escolhidos.

Por enquanto, segundo fontes da agência espacial ouvidas pela AFP, a data de lançamento é esperada para novembro de 2024. As estimativas anteriores apontavam para o começo do ano, mas por causa dos diversos atrasos da primeira missão, essa é uma data mais realista - ou até mesmo depois disso.

Os quatro astronautas decolarão no foguete SLS da Nasa - o mais poderoso do mundo - e viajarão a bordo da cápsula Orion, acoplada no topo do foguete. A cápsula se desprenderá uma vez no espaço e os levará para a Lua, mas sem pousar.

LEIA TAMBÉM:

FORMAÇÕES ATÍPICAS: Sonda da Nasa flagra dunas de areia 'atípicas' em Marte

FILHO DE BRASILEIRA: 'Nossa geração precisa voltar à Lua para ir além', diz engenheiro da missão Artemis da Nasa

EM 2026: Nasa acompanha trajetória de asteroide que tem chance 'muito pequena' de atingir a Terra

Somente a Artemis III que será a primeira missão tripulada da agência espacial a pousar na Lua desde 1972. A Nasa pretende fazer história com o programa e pousar nessa fase a primeira mulher e a primeira pessoa não-branca na superfície lunar.

Para que tudo isso dê certo, porém, a Nasa avalia agora os mais diversos dados da Artemis I, realizada no ano passado, sem tripulação.

Depois de percorrer mais de 2 milhões de quilômetros e dar várias voltas na Lua, a cápsula Orion da missão voltou à Terra junto com três manequins que estão sendo testados pela agência americana para coletar alguns dos principais dados desse primeiro passo do programa.

São essas informações que ajudarão a Nasa entender o que os futuros astronautas de carne e osso experimentarão durante uma possível missão tripulável.

O foguete SLS da NASA no Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral, Flórida, Estados Unidos.

AP Photo/Terry Renna

Enquanto as missões Artemis visam principalmente explorar o nosso satélite natural, os objetivos de longo prazo da Nasa são ainda mais ambiciosos. No futuro, a agência espera que o programa ajude no desenvolvimento da ciência astronômica que permitirá a exploração humana de Marte.

A Nasa explica que as missões lunares oferecem uma oportunidade perfeita para a testagem de ferramentas, equipamentos e tecnologias que podem ser úteis numa viagem tripulada ao planeta vermelho.

Mas isso é algo que deve ocorrer somente no final da próxima década, na melhor das expectativas.

(VÍDEO: Relembre como foi o pouso da Orion em dezembro do ano passado.)

Artemis I: cápsula da nova missão lunar da Nasa pousa no Oceano Pacífico

Fonte: G1

Comunicar erro

Comentários

Rio B Fevereiro